24 de Novembro DE 2017 | SOBRE ESTE BLOG
Terça-Feira, 14 de Novembro de 2017, 08h:46
Tamanho do texto A- A+

Cidade / 15 DE NOVEMBRO

Órgãos estaduais não abrirão no feriado desta quarta-feira

Não haverá prejuízo aos serviços considerados essenciais, como atendimento em saúde e segurança pública.
ASSESSORIA SEGES-MT

 

Por conta do feriado nacional da Proclamação da República, nesta quarta-feira (15.11) órgãos administrativos do Governo do Estado estarão fechados. Não haverá prejuízo aos serviços considerados essenciais, como atendimento em saúde e segurança pública. O feriado está previsto no Decreto nº 776, de 27 de dezembro de 2016, e abrange órgãos e entidades da Administração Pública Estadual direta, autárquica e fundacional do Poder Executivo.

 

Saúde

Segundo a Secretaria de Saúde, as unidades de saúde que fecham no feriado da próxima quarta-feira e retomam atendimento normal na quinta-feira (16) são o: Centro de Reabilitação Dom Aquino Correa (Cridac), Centro de Odontologia para Pacientes Especiais (Ceope), Centro de Referência de Alta e Média Complexidade (Cermac), Farmácia de Alto Curso e MT Hemocentro.

 

Já o Laboratório Central do Estado (Lacen) vai funcionar em regime de plantão. O Serviço de Atendimento de Urgência (SAMU) trabalha normalmente.

 

Segurança

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (Sesp), apenas as unidades administrativas param no feriado. Em Cuiabá e Várzea Grande as centrais de flagrantes, do bairro Planalto, e a central de ocorrências, da Prainha, além da central de flagrantes, em frente ao aeroporto de Várzea Grande, estarão funcionando normalmente e devem centralizar os procedimentos de Boletins de Ocorrências.

 

Os batalhões da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, IML e Perícia Criminal também não param os serviços durante o feriado. O Instituto Médico Legal (IML), assim como as delegacias especializadas de Homicídio (DHPP), de Trânsito (Deletran), e a de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva), estarão em regime de plantão atendendo a sociedade normalmente.

 

Nas cidades do interior, as delegacias de polícia já atuam sob regime de plantão, 24 horas por dia, e deverão continuar com este atendimento durante o feriado. Já as Delegacias Especializadas de Roubos e Furtos de Cuiabá e Várzea Grande, trabalharão sob regime de sobreaviso. A Derf Cuiabá terá uma equipe de plantão para atendimento presencial de roubos em residência, que envolvam restrição à liberdade da vítima.

 

Boletim de Ocorrência online

Internautas poderão obter atendimento online na Delegacia Virtual para registro de ocorrências envolvendo extravio/furto, furto de celular, exercício ilegal da profissão, desaparecimento de pessoas, calúnia, difamação, injúria, ameaça, constrangimento ilegal, violação de domicílio, e também realizar o pré-registro de outros crimes.  Para acessar a Delegacia Virtual clique aqui.

 

Ganha Tempo

A Secretaria de Trabalho e Assistência Social informa que o Sistema Nacional de Empregos (Sine) não funcionará no feriado da Proclamação da República. A Setas informa ainda que o Ganha Tempo de Cuiabá, e o de Várzea Grande também não irão atender.

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Justiça Federal absolve ex-presidente do Intermat

Governo desiste de mudar nomes de duas escolas no interior

Baiano propõe prioridade à saúde e deixe de pagar emendas

Unemat volta a fechar contrato com a Faespe

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Pedro Taques conseguiu algo espetacular para Mato Grosso

VEJA MAIS

ARTIGOS

Existe sempre uma fila

Por: RENATO NERY

Vencedores do preconceito

Por: GRACI MIRANDA

Falta pão, falta união

Por: ONOFRE RIBEIRO
VEJA MAIS

mais lidas

  1. Jayme diz que escolha de Fábio Garcia para presidir DEM terá de ter consenso
  2. Juíza dá 72 horas para Estado se manifestar sobre cobrança de juros
  3. TV francesa aponta Maggi como político bilionário com reputação controversa
  4. Aprovação a Luciano Huck dispara e atinge 60%, mostra pesquisa
  5. AL promulga emenda constitucional que limita gastos públicos

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL