23 de Fevereiro de 2018 | SOBRE ESTE BLOG
Quarta-Feira, 14 de Fevereiro de 2018, 15h:19
Tamanho do texto A- A+

Cidade / VÁRZEA GRANDE

TRE esclarece que corte de energia de cartório é fake news

É mentira informação de que a Energisa teria cortado o fornecimento de energia e da Central de Atendimento ao Eleitor
DA ASSESSORIA

 

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso esclarece que é INVERÍDICA a informação de que a empresa Energisa teria cortado o fornecimento de energia elétrica da Central de Atendimento ao Eleitor de Várzea Grande, situada na Avenida Castelo Branco, n. 47, Centro. Trata-se de mais uma fake news (notícia falsa) transmitida por usuários das mídias sociais.

 

Em verdade, uma equipe da Energisa esteve nesta quarta-feira (14/02) na Central de Atendimento ao Eleitor para realizar uma simples troca de padrão.

 

Com o intuito de não prejudicar o atendimento ao eleitor daquele município, que passa por revisão do eleitorado com biometria, a Justiça Eleitoral havia agendado a troca de padrão para segunda-feira (12/02), data em que não houve expediente. No entanto, a equipe da Energisa só pôde comparecer nesta quarta-feira (14/02).

 

Para garantir o atendimento ao eleitor nesta quarta-feira, a troca de padrão foi suspensa e será reagendada.

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Toffoli entrega voto do "foro privilegiado" no próximo mês

Ex-governador vira conselheiro e afirma: não compensa errar

Silval afirma que líder de Taques fez parte de extorsão na gestão

Taques afirma que tentam fazer "briga" entre ele e Pinheiro

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Carlos Fávaro é uma confusão política ambulante

VEJA MAIS

ARTIGOS

Hospital Julio Müller

Por: ALFREDO MENEZES

Mudanças sim! Conformismo não!

Por: JUNIOR MACAGNAM

Truco

Por: EDUARDO PÓVOAS
VEJA MAIS

mais lidas

  1. Silval revela que 7 deputados fizeram extorsão por acordo na AL
  2. Silval afirma que líder do governador Taques fez parte de extorsão
  3. Mauro irá filiar-se em março e depois decidir sobre candidatura ao governo
  4. Ex-governador vira conselheiro e afirma: não compensa errar
  5. Ex-governador diz que Emanuel Pinheiro não recebeu dinheiro para irmão

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL