21 de Novembro DE 2017 | SOBRE ESTE BLOG
Terça-Feira, 25 de Novembro de 2014, 09h:34
Tamanho do texto A- A+

Cidades /

Juíza determina suspensão do processo de aposentadoria de Bosaipo

Ericksen Vital

bosaipo_stj1O Tribunal de Contas do Estado (TCE) deverá suspender possível abertura do procedimento administrativo de aposentadoria do conselheiro Humberto Bosaipo, que esta afastado da função por determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ) desde março. A decisão é da juíza da Vara de Ação Civil Pública e Ação Popular de Cuiabá, Célia Regina Vidotti.

Bosaipo já anunciou aposentadoria, e daria lugar a alguém indicado pela Assembleia Legislativa. O mais cotado é o atual suplente de deputado Gilmar Fabris (PSD). No entanto, o nome dele tem sido rejeitado por servidores e autoridades ligadas ao Judiciário, que consideram que ele não teria "vida ilibada", um dos requisitos para investidura no cargo.

A magistrada concedeu a liminar diante da possibilidade da ocorrência de danos de difícil reparação, atendendo ao pedido formulado pelo Ministério Público Estadual (MPE). Vidotti destacou que existem uma série de processos de improbidade que Bosaipo responde, ainda referente à época em que ele presidiu o Legislativo Estadual, e um até pedindo a anulação da sua posse. Além disso, informações de bastidores dão conta que o conselheiro responde a pelo menos outros 19 processos no STJ, por ter foro privilegiado. Mas sua saída poderia "recomeçar" os processos. As informações são do site FolhaMax.

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Deputado estadual sai ileso de acidente na BR-163

Silval e Silvio Araújo serão convocados na CPI do Paletó

"Não vou exonerar o Luiz (Soares)", diz Pedro Taques

PMDB já fecha aliança com o PT e PC do B para 2018

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Convicção no Palácio Alencastro é que CPI não dará em nada

VEJA MAIS

ARTIGOS

República, Sidney e Bruna Viola

Por: JOSÉ ANTONIO LEMOS

Defensoras extraordinárias

Por: ROSANA DE BARROS

Até quando?

Por: JOÃO EDISOM DE SOUZA
VEJA MAIS

mais lidas

  1. PRE/MT é favorável à cassação e inelegibilidade de vereador e deputado
  2. Continuam buscas por acusado de atirar em investigador
  3. Grêmio nega ter espionado rivais com drone e Lanús elogia 'criatividade'
  4. Hidrelétrica gerará mais de 5 milhões de kwh por ano
  5. MPE propõe ações contra 220 invasores de APPs em Cuiabá

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL