24 de Novembro DE 2017 | SOBRE ESTE BLOG
Segunda-Feira, 18 de Setembro de 2017, 16h:58
Tamanho do texto A- A+

Coluna do Antero / ANJO DA GUARDA DE TAQUES

Antonio Joaquim diz que Janot cometeu crime de prevaricação ao não afastar Pedro Taques nem pedir busca e apreensão em seus endereços

Antero Paes de Barros

 

O presidente afastado do Tribunal de Contas, Antônio Joaquim acusou o ex-procurador geral da República, Rodrigo Janot, de seletivo, parcial e que cometeu o crime de prevaricação ao não pedir busca e apreensão na casa do governador Pedro Taques, ou mesmo no Palácio Paiaguás, onde despacha.

 

A entrevista de Antônio Joaquim foi concedida ao repórter Paulo Coelho da Capital FM, na 101.9.

 

Antônio Joaquim, que se diz vítima de uma violência jurídica, pede que a PGR dê o mesmo tratamento ao atual governador e que seja aberta uma investigação contra Pedro Taques. "No que diz respeito à questão de Mato Grosso, o Janot foi criminosamente parcial, seletivo, não tomou as atitudes que tomou em relação aos conselheiros ao seu amigo e colega ex-procurador da República, o governador Pedro Taques por que?".

 

 

Antônio Joaquim disse que vai consultar seu advogado para saber se processa ou não o ex-procurador geral por prevaricação.

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Justiça Federal absolve ex-presidente do Intermat

Governo desiste de mudar nomes de duas escolas no interior

Baiano propõe prioridade à saúde e deixe de pagar emendas

Unemat volta a fechar contrato com a Faespe

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Pedro Taques conseguiu algo espetacular para Mato Grosso

VEJA MAIS

ARTIGOS

Existe sempre uma fila

Por: RENATO NERY

Vencedores do preconceito

Por: GRACI MIRANDA

Falta pão, falta união

Por: ONOFRE RIBEIRO
VEJA MAIS

mais lidas

  1. Jayme diz que escolha de Fábio Garcia para presidir DEM terá de ter consenso
  2. Juíza dá 72 horas para Estado se manifestar sobre cobrança de juros
  3. TV francesa aponta Maggi como político bilionário com reputação controversa
  4. Aprovação a Luciano Huck dispara e atinge 60%, mostra pesquisa
  5. AL promulga emenda constitucional que limita gastos públicos

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL