24 de Novembro DE 2017 | SOBRE ESTE BLOG
Quinta-Feira, 12 de Janeiro de 2017, 08h:29
Tamanho do texto A- A+

Economia / LINHAS DE CRÉDITO

Após anúncio do Copom, Banco do Brasil reduz juros

A maior redução, de 4 pontos percentuais, será no rotativo do cartão de crédito
AGÊNCIA BRASIL

 

O Banco do Brasil anunciou ontem (11) a redução de taxas de juros em várias linhas de crédito para pessoas físicas e jurídicas.

As reduções ocorreram na maior parte das linhas. Em cinco delas, o ajuste foi maior do que o impacto da redução da Selic, de acordo com a estratégia comercial do banco.


A maior redução, de 4 pontos percentuais, será no rotativo do cartão de crédito, já antecipando parte dos efeitos das medidas que serão implementadas em abril. No cheque especial, a redução foi de 0,09 ponto percentual ao mês.


Pessoa Jurídica

Em três linhas voltadas para pessoas jurídicas, a redução foi, em média, de 0,25 ponto percentual ao mês: desconto de cheques, antecipação de crédito ao lojista e desconto de títulos.


As novas condições nos empréstimos e financiamentos estarão disponíveis aos clientes a partir da próxima segunda-feira (16).


“Esse primeiro passo do sistema financeiro é uma contribuição fundamental para o atual momento do país, visto que o crédito tem um efeito multiplicador importante para retomada da economia”, disse Paulo Caffarelli, presidente do Banco do Brasil.


Para Caffarelli, a redução dos juros contribui para a retomada da confiança, o que é determinante para deslanchar os projetos de infraestrutura e ajudar o Brasil a crescer nos próximos anos.

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Justiça Federal absolve ex-presidente do Intermat

Governo desiste de mudar nomes de duas escolas no interior

Baiano propõe prioridade à saúde e deixe de pagar emendas

Unemat volta a fechar contrato com a Faespe

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Pedro Taques conseguiu algo espetacular para Mato Grosso

VEJA MAIS

ARTIGOS

Existe sempre uma fila

Por: RENATO NERY

Vencedores do preconceito

Por: GRACI MIRANDA

Falta pão, falta união

Por: ONOFRE RIBEIRO
VEJA MAIS

mais lidas

  1. Jayme diz que escolha de Fábio Garcia para presidir DEM terá de ter consenso
  2. Juíza dá 72 horas para Estado se manifestar sobre cobrança de juros
  3. TV francesa aponta Maggi como político bilionário com reputação controversa
  4. Aprovação a Luciano Huck dispara e atinge 60%, mostra pesquisa
  5. AL promulga emenda constitucional que limita gastos públicos

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL