24 de Novembro DE 2017 | SOBRE ESTE BLOG
Segunda-Feira, 20 de Julho de 2015, 09h:32
Tamanho do texto A- A+

Economia / BC-PESQUISA

Mercado prevê queda de 1,7% do PIB em 2015 e recuperação menor em 2016

A previsão para a inflação sofreu um leve ajuste para cima e ficou em 9,15% para o ano
Folhapress
JUROS

 

O mercado ampliou a previsão para a queda do PIB em 2015 para 1,7% segundo o centro das estimativas (mediana). É um salto frente a previsão de uma semana atrás, de retração de 1,5%. 


O dado faz parte do boletim Focus, pesquisa realizada semanalmente pelo Banco Central entre economistas e instituições financeiras. 


A expectativa para a recuperação em 2016 também teve ajuste para baixo e ficou em 0,33%. Há uma semana, esperava-se crescimento de 0,5%. 


A previsão para a inflação sofreu um leve ajuste para cima e ficou em 9,15% para o ano. Há uma semana, esperava-se 9,12%. 


Para 2016, prevê-se inflação de 5,40%. Há uma semana, esperava-se de 5,5%. 


SELIC E CÂMBIO


A taxa de juros Selic anual para o fim de 2015 ficou em 14,5%, segundo as previsões, o mesmo valor da semana anterior. 

 

Para 2016, no entanto, prevê-se uma queda maior da Selic, que iria para 12% -há uma semana, previa-se uma Selic em 12,25%. 

 

Para o fim de 2015, a taxa de câmbio deve ficar em R$ 3,23, a mesma expectativa da semana anterior. 


Para 2016, espera-se uma taxa de câmbio em R$ 3,40, também a mesma expectativa da semana anterior.

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Justiça Federal absolve ex-presidente do Intermat

Governo desiste de mudar nomes de duas escolas no interior

Baiano propõe prioridade à saúde e deixe de pagar emendas

Unemat volta a fechar contrato com a Faespe

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Pedro Taques conseguiu algo espetacular para Mato Grosso

VEJA MAIS

ARTIGOS

Existe sempre uma fila

Por: RENATO NERY

Vencedores do preconceito

Por: GRACI MIRANDA

Falta pão, falta união

Por: ONOFRE RIBEIRO
VEJA MAIS

mais lidas

  1. Jayme diz que escolha de Fábio Garcia para presidir DEM terá de ter consenso
  2. Juíza dá 72 horas para Estado se manifestar sobre cobrança de juros
  3. TV francesa aponta Maggi como político bilionário com reputação controversa
  4. Aprovação a Luciano Huck dispara e atinge 60%, mostra pesquisa
  5. AL promulga emenda constitucional que limita gastos públicos

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL