23 de Fevereiro de 2018 | SOBRE ESTE BLOG
Quarta-Feira, 06 de Dezembro de 2017, 08h:29
Tamanho do texto A- A+

Política / POR MAIORIA

Após absolver Lula, TSE também rejeita multar Bolsonaro por campanha antecipada

O ministro Admar Gonzaga entendeu que não há ilegalidade na veiculação de um vídeo na internet pelo deputado
André Richter
DA AGÊNCIA BRASIL

 

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu hoje (5) rejeitar representação do Ministério Público Eleitoral (MPE) para multar o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) por suposta propaganda eleitoral antecipada. 

 

Pouco antes, o TSE também negou pedido para multar o ex-presidente Luiz Inácio da Silva por suposta propaganda eleitoral antecipada, em outra representação do MPE, desta vez por um vídeo, publicado em junho, que mostra o ex-presidente fazendo exercícios físicos e uma música ao fundo chamada “estou voltando”.

 

Na representação contra Bolsonaro, o MPE pediu a aplicação de multa pela veiculação de um vídeo na internet no qual o deputado é recepcionado por apoiadores ao chegar em aeroportos, fazendo menção à sua candidatura às eleições presidenciais de 2018.  

 

Por maioria, a Corte seguiu voto proferido pelo relator, ministro Admar Gonzaga. O ministro entendeu que não há ilegalidade na veiculação de um vídeo. Para o ministro, a propaganda eleitoral antecipada estaria caracterizada somente com pedido explícito de voto, fato que não ocorreu nas imagens.
 
O voto do relator foi acompanhado pelos ministros Tarcísio Veira, Jorge Mussi, Luiz Fux e Napoleão Maia. Gilmar Mendes e Rosa Weber votaram pela aplicação de multa por entenderem que houve a propagada antecipada.

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Taques afirma que tentam fazer "briga" entre ele e Pinheiro

Com problema em caixa, MP corta auxílio livro para promotores

Leitão e Fávaro deverão disputar o "espólio" político de Blairo

Blairo vai informar sobre desistência na próxima segunda

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Prefeito Emanuel Pinheiro, deixe que os educadores trabalhem

VEJA MAIS

ARTIGOS

E os russos?

Por: RODRIGO RODRIGUES

Verdade x Vergonha

Por: GRACI MIRANDA

Foro privilegiado

Por: LUIZ FLÁVIO GOMES
VEJA MAIS

mais lidas

  1. Mauro irá filiar-se em março e depois decidir sobre candidatura ao governo
  2. Foragido do Gaeco/MG, dono de posto em Chapada é preso em MT
  3. CGE recomenda que Detran extinga imediatamente contrato com empresa
  4. Justiça dá 15 dias para Prefeitura de Cuiabá reformar Posto do Jardim Leblon
  5. MT recebe propostas para leilão de concessão de 300 km de rodovias

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL