23 de Setembro DE 2017 | SOBRE ESTE BLOG
Quarta-Feira, 13 de Setembro de 2017, 09h:19
Tamanho do texto A- A+

Política / "DEBOCHE"

Em vídeo, deputado de MT teme que dinheiro caia de caixa de papelão

Ezequiel Fonseca e Zé Domingos armazenaram R$ 100 mil no compartimento
DO FOLHAMAX

 

Os vídeos disponibilizados pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB) em sua delação premiada mostram o “deboche” de parlamentares ao receberem recursos que seriam de propinas para custear um “mensalinho” para manter a governabilidade na Assembleia Legislativa. 

Os deputados estaduais José Domingos Fraga (PSD) e o deputado federal Ezequiel Fonseca (PP), por exemplo, fizeram algumas brincadeiras ao receberem o dinheiro do ex-chefe de gabinete de Silval, Sílvio César Correa Araújo. Ambos receberam cerca de R$ 100 mil.

 

Inicialmente, Ezequiel propôs colocar o dinheiro em suas meias, já que ambos não foram com pastas ou mochilas para levarem o dinheiro. “Põe na meia”, brincou. 

 

Após pensarem em uma hipótese mais adequada, os dois deputados acabaram colocando todo o dinheiro em uma caixa de papelão fornecida pelo ex-chefe de gabinete de Silval. O dinheiro foi colocado pelos deputados José Domingos Fraga com auxílio de Sílvio Correa, enquanto o progressista apenas observa.

 

O volume de dinheiro era tamanho que a caixa encheu. Foi aí que Ezequiel soltou mais uma brincadeira. “Já pensou se esse trem abre de uma vez ali. Tá louco”, disparou.

 

Ezequiel ainda questionou Correa se não tinha dinheiro “mais graúdo”, já que as notas em sua maioria eram de R$ 10 e R$ 20. Após resposta negativa do ex-chefe de gabinete, ele repetiu o temor de armazenar o dinheiro na caixa de papelão. “Este trem vai abrir”.

 

GRAVAÇÕES

 

Além dos dois deputados, vários outros também foram filmados recebendo dinheiro da suposta propina. Um dos casos que mais chamou a atenção foi o do atual prefeito Emanuel Pinheiro, que chegou a derrubar bolos de dinheiro ao tentar coloca-los em seu paletó. 

 

Ao todo, Silvio César declarou que 23 parlamentares receberam R$ 600 mil, que eram pagos em “mensalinhos” de R$ 50 mil. Ele entregou uma planilha sobre os pagamentos aos procuradores da República.

 

 

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Após acusações, Emanuel teme pela vida

Ex-chefe de gabinete de Silval diz que queria é gravar Riva

Stringuetta diz que colegas se portaram como piqueteiros

Vaga de Fabris na AL será ocupada na próxima terça

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Reviravolta no caso da delação de Silval Barbosa

VEJA MAIS

ARTIGOS

Participar é a solução

Por: JÚNIOR MACAGNAN

Let's talk about Rio

Por: JULIO GAVINHO

Parabéns, Coxipó!

Por: ALLAN KARDEC
VEJA MAIS

mais lidas

  1. Áudio revela que imagens de prefeito em delação teria outro contexto
  2. Após acusações, Emanuel teme pela vida
  3. Pioneiro de Sinop é assassinado em assalto na manhã deste sábado
  4. Caixa reduz teto de financiamento para imóveis usados para 50%
  5. Jayme é absolvido de denúncia de superfaturamento

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL