25 de Fevereiro de 2018 | SOBRE ESTE BLOG
Quarta-Feira, 13 de Setembro de 2017, 09h:19
Tamanho do texto A- A+

Política / "DEBOCHE"

Em vídeo, deputado de MT teme que dinheiro caia de caixa de papelão

Ezequiel Fonseca e Zé Domingos armazenaram R$ 100 mil no compartimento
DO FOLHAMAX

 

Os vídeos disponibilizados pelo ex-governador Silval Barbosa (PMDB) em sua delação premiada mostram o “deboche” de parlamentares ao receberem recursos que seriam de propinas para custear um “mensalinho” para manter a governabilidade na Assembleia Legislativa. 

Os deputados estaduais José Domingos Fraga (PSD) e o deputado federal Ezequiel Fonseca (PP), por exemplo, fizeram algumas brincadeiras ao receberem o dinheiro do ex-chefe de gabinete de Silval, Sílvio César Correa Araújo. Ambos receberam cerca de R$ 100 mil.

 

Inicialmente, Ezequiel propôs colocar o dinheiro em suas meias, já que ambos não foram com pastas ou mochilas para levarem o dinheiro. “Põe na meia”, brincou. 

 

Após pensarem em uma hipótese mais adequada, os dois deputados acabaram colocando todo o dinheiro em uma caixa de papelão fornecida pelo ex-chefe de gabinete de Silval. O dinheiro foi colocado pelos deputados José Domingos Fraga com auxílio de Sílvio Correa, enquanto o progressista apenas observa.

 

O volume de dinheiro era tamanho que a caixa encheu. Foi aí que Ezequiel soltou mais uma brincadeira. “Já pensou se esse trem abre de uma vez ali. Tá louco”, disparou.

 

Ezequiel ainda questionou Correa se não tinha dinheiro “mais graúdo”, já que as notas em sua maioria eram de R$ 10 e R$ 20. Após resposta negativa do ex-chefe de gabinete, ele repetiu o temor de armazenar o dinheiro na caixa de papelão. “Este trem vai abrir”.

 

GRAVAÇÕES

 

Além dos dois deputados, vários outros também foram filmados recebendo dinheiro da suposta propina. Um dos casos que mais chamou a atenção foi o do atual prefeito Emanuel Pinheiro, que chegou a derrubar bolos de dinheiro ao tentar coloca-los em seu paletó. 

 

Ao todo, Silvio César declarou que 23 parlamentares receberam R$ 600 mil, que eram pagos em “mensalinhos” de R$ 50 mil. Ele entregou uma planilha sobre os pagamentos aos procuradores da República.

 

 

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Morre cinegrafista da velha guarda da imprensa local

Prefeita de Sinop se afastará do cargo em março

Arthur Virgílio desiste das prévias e critica Alckmin

Toffoli entrega voto do "foro privilegiado" no próximo mês

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Carlos Fávaro é uma confusão política ambulante

VEJA MAIS

ARTIGOS

Hospital Julio Müller

Por: ALFREDO MENEZES

Mudanças sim! Conformismo não!

Por: JUNIOR MACAGNAM

Truco

Por: EDUARDO PÓVOAS
VEJA MAIS

mais lidas

  1. Ladrões levam celulares e alianças de jogadores na Arena Pantanal
  2. Silval revela que 7 deputados fizeram extorsão por acordo na AL
  3. Concessionárias elevam preços, mesmo sem cumprir contratos
  4. Blairo Maggi anuncia nesta segunda-feira se vai ou não disputar eleições
  5. Ex-governador vira conselheiro e afirma: não compensa errar

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL