23 de Fevereiro de 2018 | SOBRE ESTE BLOG
Quinta-Feira, 07 de Dezembro de 2017, 17h:03
Tamanho do texto A- A+

Política / CAIXA INSUFICIENTE

Sem dinheiro do FEX, Estado pode voltar a escalonar salários dos servidores

O projeto que libera o auxílio financeiro foi aprovado na Câmara, mas só deve entrar na pauta do Senado na sessão de terça-feira
SÍLVIA DEVAUX
DA REDAÇÃO

 

O recurso do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX), que o Governo de Mato Grosso luta para receber ainda na próxima semana, não serão suficientes para pôr toda a conta em dia. Segundo o secretário-chefe da Casa Civil, Max Russi, o Estado espera com ansiedade esse repasse da União para pagar os salários e 13º dos servisores estaduais e honrar compromissos com os fornecedores.

 

"Vai diminuir bem os nossos passivos e pôr as contas quase em dia, na sua totalidade", assinalou Russi durante entrevista nesta quinta-feira (07) à Rádio Capital FM 101,9. Ele pontuou que, além das remunerações, parte será aplicada na a saúde, educação, alguns investimentos em obras e para pagar as emendas parlamentares atrasadas.

 

Dos R$ 1,9 bilhão de FEX 2017 que o Governo Federal tem que compensar os estados exportadores, Mato Grosso receberá R$ 496 mil, sendo que apenas R$ 372 milhões vão ficar para o Executivo e os R$ 124 mi restantes serão divididos entre os municípios. 

 

O Governo contava com o FEX para pagar a folha de novembro integral no dia 10, mas o projeto que libera o auxílio financeiro foi aprovado na noite de ontem na Câmara e só deve entrar na pauta do Senado na sessão da próxima terça-feira (12), assim novamente o pagamento dos servidores depende da arrecadação própria do Estado que ainda não deu nenhum sinal sobre os salários.

 

EMENDA DA SAÚDE - O Estado tem também cerca de R$ 126 milhões da emenda coletiva da bancada federal para receber, que o secretário espera que seja repassado até o dia 20 deste mês para ajudar o encerrar o ano com todas as contas pagas.

 

 

(0) Comentário(s)

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

enviar comentário
Confira Também

caldeirão político

Taques afirma que tentam fazer "briga" entre ele e Pinheiro

Com problema em caixa, MP corta auxílio livro para promotores

Leitão e Fávaro deverão disputar o "espólio" político de Blairo

Blairo vai informar sobre desistência na próxima segunda

VEJA MAIS

Vídeo comentário

Prefeito Emanuel Pinheiro, deixe que os educadores trabalhem

VEJA MAIS

ARTIGOS

E os russos?

Por: RODRIGO RODRIGUES

Verdade x Vergonha

Por: GRACI MIRANDA

Foro privilegiado

Por: LUIZ FLÁVIO GOMES
VEJA MAIS

mais lidas

  1. Mauro irá filiar-se em março e depois decidir sobre candidatura ao governo
  2. Foragido do Gaeco/MG, dono de posto em Chapada é preso em MT
  3. CGE recomenda que Detran extinga imediatamente contrato com empresa
  4. Justiça dá 15 dias para Prefeitura de Cuiabá reformar Posto do Jardim Leblon
  5. MT recebe propostas para leilão de concessão de 300 km de rodovias

ENQUETE

Se as eleições fossem hoje e Pedro Taques fosse candidato à reeleição, você votaria nele?
PARCIAL